image

Trabalhamos com um só objetivo: oferecer as melhores soluções !

                                                          Atendimento 19 3367-3029 e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

                                                    

Ano 1808
 A Oficina de Imprensa Régia, símbolo do início das Artes Gráficas no Brasil, foi fundada em 1.808 e editava o jornal: A Gazeta do Rio de Janeiro. Fim do século XIX, já existiam algumas tipografias no Brasil que imprimiam folhinhas, manuais didáticos, obras literárias, trabalhos científicos e impressos oficiais.

Ano 1859
 no Rio de Janeiro, a Tipografia Universal dos irmãos Laem Mert, estrturada com 120 empregados dois quais 40 eram compositores de tipos, trabalhavam em prelos Stamhope mais 02 máquinas Kônig e Bauer, movidas a vapor para realizar impressões. No século XX, os maiores jornais americanos e europeus usavam uma máquina espetacularmente rápida a Rotativa (processo de impressão pelo sistema de cilindro contra cilindro) a máquina a vapor para litografia foi patenteada pelo americano Richard Hoe em Nova York em 1.845 – Type Revolving Machine.

Ano 1875
 A oficina de gravura O Estado de São Paulo foi fundado por Rangel Pestana e Américo Brasiliense. Julio Mesquita que comandava a publicação A República introduziu em São Paulo uma série de inovações: a compra da impressora Marinoni, buscou no exterior novos modelos de composição de tipos, fez contatos com agencias de publicidade estrangeiras e lançou em 1.916 a Revista do Brasil onde escreviam os maiores intelectuais de expressão de São Paulo. A oficina O Estado de São Paulo era famosa por seus profissionais altamente qualificados no exterior e reputados no meio gráfico, de lá saíram José Barone e Ângelo Lastri, que fundou sua gráfica.

Ano 1901
 em São Paulo, foi fundada a empresa Lytographica Harthmann.

Ano 1922
 A gráfica carioca Companhia Lithographica Ferreira Pinto adquire a primeira máquina de offset do Brasil.

Ano 1923
 Em 17 de fevereiro, um grupo de comerciantes e industriais gráficos funda a Associação dos Industriais e Comerciantes Gráficos de São Paulo.

Ano 1924
 O offset chega à São Paulo pela Graphica Editora Monteiro Lobato, que mais tarde passaria o equipamento à São Paulo Editora. No mesmo período, chegam também as máquinas da Companhia Lithografica Ypiranga e da Litografia Artística.

Ano 1926
 A Editora Pimenta de Mello & Cia. imprime Cinearte, a primeira revista brasileira em offset.

Ano 1928
 O jornal O Estado de São Paulo lança, em 17 de maio, o primeiro suplemento impresso em rotogravura.

Ano 1931
 o jornal paulistano A Gazeta também iniciaria a impressão com o sistema. Em função das leis sociais que começavam a aparecer no Brasil, a Associação dos Industriais e Comerciantes Gráficos de São Paulo transforma-se no Sindicato dos Industriais e Comerciantes Gráficos de São Paulo. Mais tarde, os Sindicatos da Indústria de Encadernação e da Gravura incorporam-se a ele.